Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /kunden/483505_50739/webseiten/workshops/panamera/wp-content/plugins/qtranslate-x/qtranslate_frontend.php on line 507
O novo Porsche Panamera
O novo Porsche Panamera

O desportivo entre as berlinas de luxo

Construir automóveis únicos – isto é a Porsche. O Panamera é um desses automóveis. Desenvolvido para condutores de veículos desportivos, que apreciam quatro portas e quatro lugares. E para condutores de berlinas que apostam nos veículos desportivos.

Opostos que o Panamera une de forma soberba. Desportivo e berlina de luxo num só. Gran Turismo repensado, reajustado. A segunda geração do Panamera alcança o estatuto de ícone de performance na classe de luxo. Para tal, a Porsche continuou a desenvolver o conceito Panamera de forma coerente, com um novo modelo de quatro portas concebido e redesenhado até ao mais ínfimo pormenor. Os motores e a transmissão foram construídos de raiz, o chassis foi aperfeiçoado, o conceito de indicação e operação foi alvo de uma interpretação vanguardista com o seu comando gestual multitoque. Adicionalmente, o novo Panamera expande novamente os limites entre um veículo desportivo requintado e um veículo confortável para viagens longas, com destaques tecnológicos como o eixo direccional traseiro, o sistema electromecânico de compensação das oscilações da carroçaria e a suspensão pneumática de três câmaras.

Linguagem de design do 911 com flyline claramente mais dinâmica

Visualmente, o conceito único do Porsche grande reflecte-se num design novo e expressivo: inconfundivelmente um Panamera, inconfundivelmente um veículo desportivo – com proporções alongadas, dinâmicas, ombros pronunciados, flancos atléticos, bem como uma linha do tejadilho extremamente veloz e 20 mm mais baixa atrás. Esta flyline típica da Porsche cria uma ponte estilística para o ícone de design 911.

Novos motores V6 e V8 biturbo com elevada potência e som vigoroso

Um Porsche convence, desde sempre, não apenas pelo desempenho, mas também pela sua eficiência. Para tornar o novo Panamera ainda mais eficiente do que o seu antecessor, todos os motores da segunda geração foram desenvolvidos de raiz. Os agregados são agora mais potentes e, ao mesmo tempo, registam valores de consumo e emissões substancialmente melhorados. À data do lançamento comercial estarão disponíveis três novos motores biturbo com sistema de injecção directa: no Panamera Turbo, no Panamera 4S e no Panamera 4S Diesel. Todos os modelos – pela primeira vez também o Diesel – estão equipados com tracção integral permanente, totalmente variável e uma nova transmissão Porsche Doppelkupplung (PDK) de oito velocidades. Um V8 a gasolina com 4,0 litros de cilindrada e 404 kW (550 CV) de potência propulsiona o Panamera Turbo; o Panamera 4S é movido por um V6 a gasolina com 2,9 litros de cilindrada e 324 kW (440 CV). No caso do Panamera 4S Diesel, é um V8 de 4,0 litros com 310 kW (422 CV) e um binário máximo de 850 Nm que garante uma propulsão potente.

Num fato feito à medida na pista de corrida

Por analogia com o conceito geral do novo Panamera, também o chassis alia o conforto de viagem de uma berlina de luxo ao desempenho de um verdadeiro desportivo. Tal é garantido, em acréscimo ao conceito de eixos perfeitamente afinado, pelos inovadores sistemas mecatrónicos, como a suspensão pneumática adaptativa com nova tecnologia de três câmaras, incluindo regulação electrónica do amortecimento (Porsche Active Suspension Management, PASM), o Porsche Dynamic Chassis Control Sport (PDCC Sport) aperfeiçoado, incluindo Porsche Torque Vectoring Plus (PTV Plus), bem como uma nova direcção electromecânica. O regulador integrado da suspensão Porsche 4D Chassis Control analisa o estado actual do veículo em tempo real e proporciona uma utilização optimizada e coordenada de todos os sistemas para um comportamento ainda melhor do novo Panamera. Com o eixo direccional traseiro igualmente novo, inspirado no 918 Spyder e 911 Turbo, a Porsche traz ainda a dinâmica da direcção e o handling dos desportivos para a classe dos Gran Turismo. Também os travões ficaram mais potentes, para corresponder às prestações aumentadas.

Muita funcionalidade e interacção simples no Porsche Advanced Cockpit

O interior típico da Porsche foi interpretado de uma forma vanguardista para o novo Panamera. Áreas com painéis pretos e ecrãs interactivos combinam a visualidade clara e a interface do utilizador intuitiva dos smartphones e tablets com o controlo prático de um automóvel. Os clássicos botões físicos e os convencionais instrumentos foram reduzidos significativamente. Em sua vez, dominam os painéis tácteis e os ecrãs configuráveis individualmente do novo Porsche Advanced Cockpit. Com grandes vantagens para o condutor, o passageiro dianteiro e os ocupantes dos lugares traseiros: apesar de uma oferta substancialmente ampliada dos sistemas de comunicação, conforto e assistência, a utilização e operação das diferentes funções tornou-se mais lógica e intuitiva. O Porsche Advanced Cockpit transfere o mundo analógico para o presente digital da mobilidade.

Sistemas de assistência da próxima geração

O Panamera está equipado com um grande número de sistemas de assistência de série ou opcionais, que tornam a vida a bordo mais confortável e segura. Dos novos sistemas mais importantes faz parte um assistente de visão nocturna. Este recorre a uma câmara termográfica, que detecta pessoas e animais de maior porte e os apresenta, como advertência, assinalados a cores no cockpit. Se o veículo estiver equipado com faróis principais Matrix LED com 84 pontos de imagem, as pessoas também são brevemente iluminadas bem à frente do campo de visão dos médios, caso se encontrem no corredor de condução calculado, para que o condutor possa reagir antecipadamente. Particularmente previdente é o novo Porsche InnoDrive, incluindo sistema de controlo da velocidade de cruzeiro: com base nos dados de navegação tridimensionais de elevada resolução, são calculados e activados os valores de aceleração e desaceleração ideais, bem como as definições das mudanças de caixa e do modo “velejar”, para os próximos três quilómetros. Este co-piloto electrónico toma automaticamente em consideração as curvas, inclinações e velocidades permitidas. Outros veículos e limites de velocidade actuais são detectados pelos sensores de radar e vídeo e considerados na regulação.