Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /kunden/483505_50739/webseiten/motorshows/geneva-2016/wp-content/plugins/qtranslate-x/qtranslate_frontend.php on line 507
A Porsche no Salão Automóvel de Genebra 2016
A Porsche no Salão Automóvel de Genebra 2016

Feito para as curvas: estreia mundial do 911 R e 718 Boxster

Estreia mundial de dois virtuosos das curvas: a Porsche apresenta no Salão Automóvel de Genebra 2016 pela primeira vez o 911 R e o 718 Boxster. Ambos os modelos representam a grande escola da dinâmica transversal de uma forma própria: o 911 R como máquina de condução purista com um potente motor atmosférico de 368 kW (500 CV), o roadster com o seu chassis evoluído e motor central sobrealimentado de quatro cilindros.

O 718 Boxster debita 220 kW (300 CV) a partir dos dois litros de cilindrada, o 718 Boxster S produz 257 kW (350 CV) com 2,5 litros de cilindrada. Como já é quase tradição, a Porsche inicia o ano dos salões automóveis europeus com um desportivo de excepção, o 911 R. O 911 GT3, o 918 Spyder e o 919 hybrid celebraram nos anos anteriores a sua apresentação ao público em Genebra. A empresa reforça, assim, o seu compromisso continuado para com o desporto automóvel e os desportivos próximos do mundo das corridas.

Com os genes de um carro de corrida: 911 R

Para a Porsche, o R é a letra inicial de Racing. Por isso, o 911 R não poderia apresentar-se de uma forma menos desportiva: a potência do motor de 368 kW (500 CV) defronta-se com um peso de apenas 1370 kg, garantido pela construção de peso reduzido com inúmeras peças de carbono, tejadilho em magnésio e reduções de peso no equipamento. O 911 R é, assim, o modelo mais leve da actual gama 911. Acoplado exclusivamente a uma caixa manual de seis velocidades, o motor do desporto automóvel fornece potência em todas as situações de condução: em apenas 3,8 segundos, o 911 R chega à marca dos 100 km/h e atinge uma velocidade máxima de 323 km/h. Em termos dinâmicos, o 911 R oferece, com o eixo direccional traseiro, bloqueio transversal do diferencial traseiro e travões de cerâmica PCCB, o melhor equipamento disponível para um 911. Por fora, o 911 R mostra se mais reservado. São os pormenores característicos, como as secções inferiores dianteira e traseira já conhecidas do 911 GT3 e um esquema de cores específico, que distinguem o desportivo de alto desempenho de um 911 Carrera. A série 911 R é limitada: apenas serão produzidos 991 exemplares.

Atleta de motor central com coração turbo: 718 Boxster

Com o 718 Boxster, a Porsche retoma propositadamente o conceito do lendário desportivo 718 com motor central. Graças à construção de peso reduzido, ao potente motor Boxer de quatro cilindros e ao chassis preciso, venceu inúmeras corridas internacionais nos anos 50 e 60. Hoje, o motor de quatro cilindros é refrigerado a água e turbocomprimido: 220 kW (300 CV) de dois litros de cilindrada é a potência gerada pelo novo motor no 718 Boxster. A unidade de quatro cilindros com 2,5 litros debita 257 kW (350 CV) no 718 Boxster S, graças ao turbocompressor com turbina de geometria variável. Em comparação com os modelos Boxster anteriores, tal corresponde a um acréscimo de potência de 26 kW (35 CV). Além disso, os novos motores concebidos de raiz também convencem pela sua eficiência: consoante o modelo e o equipamento, os valores de consumo ficam até 13% abaixo dos valores dos respectivos modelos anteriores. O chassis com nova afinação, os travões mais potentes e, não menos importante, o som emocionante, foram projectados para converter o poderoso débito de potência dos motores em prazer de condução ainda maior. O design da nova série sofreu igualmente uma evolução: apenas a tampa da bagageira, o pára-brisas e a capota permaneceram inalterados.

Mercado suíço: 2015 com novo recorde de vendas

A Suíça é desde sempre um país clássico de apreciadores da Porsche, onde a empresa conseguiu estabelecer, em 2015, um novo recorde de vendas: com 3822 veículos entregues, as vendas subiram 33% face a 2014. O campeão das vendas continua a ser o Macan com 1656 novas unidades matriculadas.

Os clientes suíços preferem sobretudo veículos com tracção integral. Isto manifesta-se também no balanço do 911: do total de 941 unidades vendidas deste desportivo clássico em 2015, o Coupé e Cabriolet do 911 Carrera 4 GTS foram alvo de especial procura. Também os modelos Cayenne gozam de uma procura constante, com 774 unidades vendidas. Os suíços demonstraram uma grande abertura tecnológica: quase um em cada cinco Cayenne vendidos era um modelo híbrido.